Metas, retrospectiva e aprendizados de 2016

Escrito por: Fernanda Marinho
torta de legumes que eu fiz

Torta de legumes que eu fiz junto com a minha mãe, no dia que ela me ensinou. Na foto ainda os meus irmãos e minha cunhada.

Aprender é uma das coisas que eu acho mais importantes, mas é daquelas que sempre deixava para depois. Então coloquei como uma das minhas metas para 2016.

E, apesar de ter sido horroroso em muitos aspectos, foi um ano lindo em aprendizados na minha vida. Nem imaginava que conseguiria atingir essa meta como consegui!

Para começar, finalmente aprendi a cozinhar.

Ainda tenho muitas limitações, mas já sei fazer um tanto de coisas. Aprendi algumas com a minha mãe, outras com o Roberto e outras ainda lendo as receitas e testando. E cozinhar é maravilhoso não só porque criamos delícias, mas também porque nos dá independência, qualidade de vida e saúde.

A alimentação é muito importante! Eu já vinha há algum tempo cuidando da minha, mas dei um salto esse ano. Hoje em dia uma das minhas maiores satisfações é que minha compra de sacolão é maior do que a de supermercado.

código em python

Um código que eu criei em python para resolver um dos exercícios do curso, e a mensagem de correto embaixo.

Além disso, aprendi algo que eu queria há anos: programar.

Na escola, eu sempre fui boa em matemática. Sou metódica e tenho facilidade em reconhecer padrões. Mas, talvez por ser mulher, nunca passou pela minha cabeça ou das pessoas à minha volta que eu poderia ter feito exatas.

Mas, depois que eu pedi demissão, o Roberto me indicou um curso de Python. Adorei! Quebrei a cabeça, fiquei dias obcecada com os problemas do curso, dediquei um tempão, mas aprendi e, sem falsa modéstia, vi que eu realmente sou boa nisso.

Ainda não sei como manter a prática no meu dia-a-dia, para não esquecer e continuar evoluindo. Mas foi tão bom ter aprendido! Tão bom!

 

Outras metas

2016 foi um ano em que passei por umas provações. Apesar disso, ou talvez até por causa disso, fico feliz de perceber que eu cumpri as metas que eu tinha definido de maneiras que eu nem imaginava.

1. Corpo saudável. Comecei o ano determinada a reverter o stress que passei no ano interior, e me foquei em cuidar da minha saúde. Fui aos médicos, tratei alguns probleminhas, parei de tomar remédios… Mas o que mais fez diferença na minha saúde foi: largar um emprego que me fazia mal e passar a me alimentar melhor. Como melhor, me sinto melhor, meus exames estão lindos, nunca estive com um corpo tão saudável.

2. Tudo meu em casa. Ainda tem duas gavetas de coisas minhas na casa da minha mãe, mas agora tem apenas uns documentos de uma empresa antiga que eu tive que abrir e uns livros. Já tirei de lá uns 80% do que tinha antes, sendo que uma grande parte nem chegou onde moro agora, mas sim foi doado ou para o lixo.

3. Socializar. Continuei encontrando as pessoas que eu gosto. Agora já é um hábito e nem exige esforço. Estou mais feliz e com ainda mais certeza de que é algo que está na minha lista de essenciais.

4. Ler. Li muito! 19 livros, entre eles alguns enormes (exemplos: a trilogia arturiana do Bernard Cornwell, a tetralogia da Elena Ferrante, Notícias do Planalto, entre outros).

5. Dedicar ao blog. Pode parecer que não, porque fiquei uns 3 meses no fim do ano sem postar, mas me dediquei muito ao blog ano passado, concebendo e montando este novo espaço. Era algo que eu queria há anos, mas que nunca tirava do campo das ideias justamente por falta de tempo. E também por ter várias dúvidas. Então refleti, desenhei, decidi, chamei o Helton, trocamos inúmeros emails, até chegar a isto aqui. Enquanto isso fui guardando temas que queria tratar. Então tenho muita coisa para contar e elaborar aqui agora.

6. Aprender coisas novas. 🙂

7. Ficar em paz. A paz passou por todas as outras metas acima. Por sair de um emprego que já não me fazia bem, me alimentar melhor, conviver com pessoas que gosto e acima de tudo viver de acordo com o que eu acho importante, estou em paz com minha consciência e com uma rotina que reflete isso.

Você também pode gostar de:

Deixe seu comentário:

6 Comentários

  1. Anne Carvalho disse:

    Que legal!!! Sempre bom fazer algo que se quer há muito tempo! Parabéns!!
    Em 2016 também consegui fazer algo que eu já queria há bastante tempo, e sempre adiava, com medo de ser “difícil demais”: Virei vegana! E foi muito mais simples do que eu achava. E estou me sentindo melhor (corpo, mente e paz de espírito) como nunca! 🙂

    1. Muito obrigada, Anne! Que legal que você virou vegana. Admiro bastante. Realmente é uma sensação maravilhosa a de viver de acordo com seus valores. Parabéns 😉

  2. Lu Monte disse:

    Tá linda a cara nova do blog! Sobre aprender, essa é uma das coisas mais importantes pra mim. O ano em que não aprendo nada é um ano triste… Esse ano continuo com o curso de espanhol, que comecei ano passado, e também decidi me dedicar mais à cozinha (saber cozinhar eu sei, o problema é a desorganização – e um pouquinho de preguiça). Feliz 2017!

    1. Muito obrigada, Lu! Também estou adorando! Aprender uma nova língua é muito legal mesmo. Eu parei o francês tem tempos. Quem sabe eu volto… Boa ideia! Acho ótimo também evoluir em coisas que já sabemos, como o seu caso com a cozinha. Boa sorte! Também quero continuar me dedicando e aprender novos pratos, novas maneiras de cozinhar… Depois me conta! Feliz 2017 para você também 🙂

  3. Isa disse:

    Fe, que fantástico! Nâo sei se vc acompanha, mas tem um montão de iniciativas de programação femininas. A gente tem que invadir esse campo, que não só é superbacana, como paga bem e tem muito emprego. Não sou programadora, mas sou de TI, então digo – venham, a água tá quente! 😀

    1. Pois é, Isa! Eu trabalho atualmente em um instituto de pós-graduação em TI. Estou pensando em fazer um dos seus MBAs porque tenho desconto. Vou tentar antes fazer mais uns cursos de programação, aprender sobre banco de dados e tal para não entrar crua demais. Mas estou adorando a área. Quando eu estiver mais capacitada, quero saber dessas iniciativas. Hehe… 🙂

Deixe uma resposta para Isa X

O seu endereço de e-mail não será publicado.Todos os campos são obrigatórios!